O mundo que conhecíamos até então, não existe mais.

 

Há décadas o CD mudou drasticamente a história do vinil.

A internet revolucionou a forma como as pessoas se comunicam.

O telefone celular integrou as pessoas em uma outra dimensão. O indivíduo está se dissolvendo no éter das frequências de ondas espaciais.

Robôs estão fazendo cirurgia. Estão tomando o lugar dos empregados domésticos nos Estados Unidos.

A automação industrial está substituindo operários nas fábricas, nas lojas, nos ônibus e no metrô.

Da mesma forma, na economia, o marketing multinível está revolucionando a formação de riquezas.
Representa o fim do empreguismo, da forma tradicional de se fazer comércio, de vender, e de gerar riquezas.

Umas das escolas mais tradicionais no Brasil, de formação de profissional, está oferecendo curso de Marketing Multinível (que pejorativamente aqui é chamado de “pirâmide”).

Ao mesmo tempo, o mercado de saúde nutricional, beleza e medicina embrionária tornou-se um mercado bilionário, e é o que mais cresce no mundo. E mais, o Brasil está em terceiro lugar neste ranking, só perdendo para o Japão e Estados Unidos.

O Brasil é o país que mais faz cirurgia plástica, depois dos Estados Unidos.

A revolução é muito maior do que se pode imaginar.

Aos poucos “o sapo está inchando na tigela de água quente”. (o sapo não percebe mudanças gradativas de temperatura, quando percebe, já era, explodiu).

A gigante IBM achava que sabia tudo de computadores até surgir a Microsoft.

A American Airlines achava que dominava os ares, até que a empresa despencou drasticamente em queda livre, e se espatifou.

No Brasil, o sistema de saúde e a educação estão quebrados, a aposentadoria virou um sonho distante, ou um pesadelo logo ali na esquina.

Fazer carreira em grandes empresas é uma ilusão. Os empregos tradicionais estão em extinção.

Os físicos (e exemplo de Einstein) estão buscando solução para os mistérios do universo na psicologia do inconsciente coletivo, e na mente humana.

A medicina tradicional ocidental está descobrindo que as alternativas para a recuperação da saúde estão na visão holística e na dinâmica sistêmica da vida.

As religiões estão buscando um sinal de Deus na ciência, e vice versa.

As grandes corporações e instituições em todo o planeta estão desmoronando. Crenças do passado não sustentam mais a nova realidade.

As pessoas estão se organizando em novas formas de convivência social e núcleos familiares.

Os jovens estão sem rumo em suas jornadas pessoais e profissionais.

Em quem acreditar e confiar?

Só nós podemos mudar tudo isso. Cabe a nós fazermos a revolução possível. Inventar a sociedade do futuro. A sociedade criativa.

Share This